Por Magno Pereira

Composto de 24 fóruns de debates, apresentação de 182 trabalhos técnicos e pela Mostra de Engenharia,  o 15º Congresso SAE Brasil 2006 discute durante três dias, em São Paulo, o que há de mais moderno em termos de tecnologia da mobilidade mundial

Começa nesta terça-feira (21/11) e se estende até quinta-feira (23/1),  no Transamérica Expo Center Norte, o 15º Congresso SAE Brasil, com o tema \”Sustentabilidade e a Matriz Energética Mundial. A Contribuição da Engenharia Brasileira\” e destaque para a evolução dos biocombustíveis, como álcool e biodiesel, combustíveis fósseis (Biomass-to-Liquid e Gas-to-Líquid), além da energia elétrica e célula de combustível a hidrogênio. Durante o evento, esses tópicos serão amplamente debatidos, assim como a responsabilidade ambiental e investimentos em especialização de profissionais. A mostra contará também com atividades voltadas aos setores Aeroespacial, Acadêmico, Caminhões e Ônibus, Manufatura, Máquinas Agrícolas e de Construção, Tecnologia da Informação, Veículos de Passeio e Ferroviário.

Um dos principais debates do congresso é o painel Blue Ribbon, que trata do tema \”Competência X Competitividade da Engenharia Brasileira: A Hora de Planejar o Futuro\”, evento que conta com a participação de presidentes de diversas montadoras. Segundo a SAE Brasil (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade), esse tema é fundamental para a engenharia brasileira, devido a recente chegada dos concorrentes asiáticos e do Leste Europeu, a alta valorização do real frente ao dólar, as altas taxas tributárias nacionais e o aumento do custo de mão-de-obra.

Para tratar desse assunto, o Comitê de Eventos Especiais do Congresso SAE Brasil convidou Barry Engle, presidente da Ford América do Sul; Holger Westendorf, vice-presidente de planejamento e desenvolvimento do produto Volkswagen do Brasil; Jean Pierre Tayals, director mercosul for projects, engineering and purchases, da PSA; e Roberto Rodrigues, presidente do Conselho Superior de Agronegócio da Fiesp e diretor geral do Centro de Agronegócio da FGV. \”Nossos convidados vão compartilhar seus planos e apontar o futuro da engenharia brasileira\”, declara Moacir Ricci, diretor do Comitê de Eventos Especiais.

Dentre as empresas participantes, a Honeywell Turbo Technologies irá mostrar a turbo alimentação de dois estágios VNT Step, de terceira geração, através da apresentação de uma compacta configuração sequencial-paralela, em que dois turbos pequenos operam lado a lado em todos os níveis de rotação do motor. Enquanto esse sistema fornece pressão em baixas rotações, com elevado torque, o segundo mantém eficiência em regimes mais altos, o que garante melhor dirigibilidade , economia de combustível e preservação do meio-ambiente.

Além disso, a fabricante irá destacar a tecnologia Boreless, que consiste na aplicação do rotor do compressor sem furo passante para o eixo do turbo e, conforme a empresa, proporciona redução significativa da solicitação mecânica em relação a montagem tradicional, aumentando a vida útil do componente. Essa tecnologia já está em produção no Brasil no turbo GTA40. Nos casos em que o nível de solicitação no rotor do compressor é extremo, a Honeywell destaca o rotor do compressor Boreless em titânio fundido. \”No segmento de veículos comerciais, a empresa apresenta alternativas de montagem e de materiais para o rotor do compressor, que é mais solicitado no ponto de vista de fadiga\”, disse o gerente de engenharia da fabricante, Christian Streck.

A Umicore, por sua vez, irá participar do fórum Sustentabilidade através da apresentação de reciclagem de materiais nobres de catalisadores e sua reutilização, além de apresentar a palestra técnica: \”Estágio atual de desenvolvimento de tecnologias SCR (Catalisador de Reação Seletiva)\”, componente destinado aos veículos pesados movidos a diesel. O objetivo deste produto é atender os novos limites de emissões da fase VI do Proconve (Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores) \”A Umicore vai mostrar suas tecnologias inovadoras e as soluções que desenvolve para contribuir com a qualidade do ar, principalmente nos grandes centros urbanos\”, complementa o gerente da planta de catalisadores automotivos da empresa, Stephan Blumrich.

A unidade brasileira da ElringKlinger irá apresentar as vantagens de tampas plásticas para válvulas de motor. A empresa fabrica também chapas defletoras de calor com isolação térmica e acústica, produzida a partir de materiais como alumínio, aço aluminizado e aço inox, composta de diversas camadas e folhas isoladoras de calor no meio. \”Estamos confiantes na excelente aceitação de nossas tampas plásticas para válvulas de motor no mercado brasileiro, pois iremos disponibilizar produtos da mais alta qualidade com preços competitivos\”, conclui Hans Eckert, diretor geral da companhia.

Durante o evento, a Bosch destaca o [email protected] Compact, uma nova geração de módulo de fornecimento de combustível, que segundo a empresa melhora o rendimento de partida em baixas temperaturas e a eficiência da bomba em até 40%. Outro produto é o módulo de Alta Eficiência (High Efficience Module – HEM), um sistema de arrefecimento que possui design inovador da hélice e do defletor e por isso consegue obter melhor performance e eficiência na refrigeração do motor. Além do sistema Flex Start para veículos leves, os visitantes poderão conhecer a 3ª Geração do Sistema Common Rail, o Denotronic 2, ambos utilizados em veículos comerciais e conferir o uso de biodiesel, GNV, ethanol e hidrogênio.

A Delphi Automotive Systems do Brasil irá mostrar pela primeira vez o protótipo Multifuel Diesel+Gás, um sistema bi-combustível para ônibus e caminhões na versão diesel e gás natural. O produto foi desenvolvido pela empresa em parceria com a Volkswagen Caminhões e Ônibus e com a MWM International Motores. O equipamento será apresentado num ônibus de 17 toneladas e irá realizar passeios de demonstração para profissionais da imprensa, além de interessados.

Com relação à montadoras, a Mercedes-Benz, por exemplo, irá mostrar sua trajetória por meio de painéis e de um filme, os fatos mais marcantes e o desenvolvimento de tecnologias no Brasil. Em seu estande está presente um motor eletrônico MB OM 460 LA produzido no País e já adequado às normas de emissões de gases EPA 07, estabelecidas pela agência americana EPA de proteção ambiental. Esse propulsor equipa os caminhões Freightliner, marca ligada ao Grupo DaimlerChrysler. A novidade é a introdução de um filtro de material particulado, que passará a ser item obrigatório nos Estados Unidos.

Empresas do Grupo Randon, a Fras-le exibe a linha de pastilhas e sapatas de freio; a Master, o freio a disco Quadraulic; a Jost,  ponteira, engate automático e pino rei 31/2; e a Suspensys, eixos, vigas, cubos, tambores de freios e suportes para veículos comerciais. As quatro empresas são patrocinadoras do Bloco de Fóruns e Conferências Temáticas do Comitê Truck & Bus, onde serão realizadas palestras específicas para o mercado de caminhões e ônibus.

O gerente de desenvolvimento da EMTU (Empresa Metropolitana de Transporte Urbano), Márcio Schettino, irá mostrar os resultados das experiências de utilização de ônibus com motores híbridos (combustão e elétrico) e GNV, durante o painel Tecnologia Veicular e destacar os próximos passos rumo ao uso de veículos com propulsores a hidrogênio. \”As informações transmitidas serão muito interessantes, pois mostrarão os resultados práticos de experimentos realizados, com grande aproveitamento de conhecimento para novos desenvolvimentos, tanto tecnológicos quanto operacionais e econômicos\”, disse o diretor do Comitê de Caminhões e Ônibus do Congresso SAE Brasil 2006, Wagner Fonseca.

No estande da Visteon, o destaque é o Sistema de Navegação, uma tecnologia portátil e leve que opera por GPS (sistema de localização via satélite) e funciona em 102 cidades brasileiras por meio de comando de voz e setas indicativas. O produto também reproduz músicas  em MP3 e MPEG, funciona como visualizador de fotos e tem conexão USB, para facilitar a atualização de arquivos como músicas, vídeos, mapas e software.

O presidente da SAE Brasil, o engenheiro Gábor János Deák, ressalta a importância desta edição que completa quinze anos junto à associação. \”Nesse período, transformamos o congresso no mais importante evento da engenharia da mobilidade em todo hemisfério Sul e uma referência para a troca de informações sobre as novas tecnologias e tendências do mercado\”. O congresso é presidido por Besaliel Botelho, vice-presidente executivo para a América Latina da Bosch e conta com a participação de estudantes de engenharia, profissionais de montadoras, empresas sistemistas, fornecedores do setor, além de representantes do governo.