O Consórcio SPMar- formado pela Contem e Cibe, do grupo Betim – foi o vencedor da primeira etapa da concorrência pública para operar os trechos Sul e Leste do Rodoanel, com preços sugeridos para os pedágios de R$ 2,1991 para o Trecho Sul e R$ 1,6493 para o Trecho Leste – os valores representam deságio de 63% sobre as tarifas teto estipuladas no edital. As taxas serão pagas em todas as saídas dos trechos. Para que a concessão seja concluída, a Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo) deverá analisar nas próximas semanas toda a documentação do consórcio que inclui aspectos jurídicos, técnicos, fiscais, plano de negócios e econômico-financeiros. Sendo aprovada, a agência repassa a administração do traçado com mais de 103 quilômetros de extensão para o SPMar. Mas, caso seja reprovada, a Artesp passa a analisar a documentação do segundo colocado, consórcio Serramar de Rodovias, que ofereceu tarifa de R$ 5,28 (trecho sul) e R$ 3,96 (trecho leste). O contrato permanece vigente por 35 anos e após esse período, os trechos voltam para a administração pública com todos os investimentos realizados. Vencendo oficialmente a concorrência, o grupo vai pagar outorga no valor de R$ 370 milhões ao Estado, que vai ser repassado dois dias antes da assinatura da concessão. Antes de iniciar a cobrança de pedágio, a empresa deverá adequar às vias, instalar os sistemas de radiocomunicação, rastreamento de veículo e atendimento ao usuário pelo telefone gratuito (0800), além de disponibilizar veículos de apoio e socorro.