A Anef (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras) atingiu a marca de R$ 196,2 bilhões em crédito automotivo no último mês de julho, alta 14,6% superior ao contabilizado no mesmo período do ano passado. Segundo a associação, entre os índices registrados, o CDC (Crédito Direto ao Consumidor) lidera a preferência do consumidor para o financiamento de veículos. A opção contabilizou aumento de 36,8% ante o mês de julho de 2010. Por outro lado, durante o mesmo período de análise, o leasing contabilizou queda de 34,1%. Ainda de acordo com a organização, o saldo de crédito para aquisição de veículos corresponde a 5,0% do PIB, o que representa 10,6% do total do crédito do Sistema Financeiro Nacional e 32,4% do total destinado a pessoas físicas. Além das altas de crédito, o índice de inadimplentes também aumentou. O saldo de inadimplentes no CDC de Veículos para Pessoa Física, acima de 90 dias, atingiu a marca de 4,0%, aumento de 0,2 ao mês. Mesmo assim, os números ainda ficam abaixo do registrado no saldo de crédito oferecido às Pessoas Físicas que é de 6,6%.