Nesta sexta-feira (17/02), a Polícia Rodoviária Federal dará início à “Operação Carnaval 2012”. A medida, que será realizada em todas as rodovias do País, visa coibir abusos dos motoristas e, assim, aumentar a segurança nas estradas durante a festividade.
Para isso, os policiais rodoviários federais vão contar, inclusive, com apoio de helicópteros. Para identificar as placas do alto, vão ter a ajuda de binóculos. De cima, os policiais farão contato com as equipes da Polícia Rodoviária em terra.
No Rio de Janeiro, por exemplo, as rodovias federais serão patrulhadas por uma dessas aeronaves. Com o helicóptero, a PRF prevê que ficará mais fácil para os agentes identificarem motoristas infratores. Outra novidade da operação deste ano em território fluminense será a proibição do trânsito de carretas na Ponte Rio-Niterói e em parte da BR-101, entre os municípios de São Gonçalo e Itaboraí, na região metropolitana do Rio de Janeiro.
A PRF também aproveitará as abordagens policiais para fazer uma campanha educativa. Na operação de carnaval do ano passado, a Polícia Rodoviária Federal registrou mais de 370 acidentes só nas rodovias federais do Rio de Janeiro. A expectativa é que esse número caia sensivelmente com os investimentos e as novas ferramentas que os agentes já empregam no trabalho de fiscalização.

Concessionárias
As empresas que administram rodovias pelo País também adotam medidas visando a segurança nas estradas. A CCR, por exemplo, prevê que aproximadamente 4 milhões de veículos passem por seus 2.437 quilômetros de rodovias entre os dias 17 e 22 de fevereiro. Por isso, visando garantir o conforto e a segurança dos foliões, os serviços SOS Usuários serão intensificados, com mais colaboradores e viaturas na pista prestando atendimento gratuito àqueles que precisarem. Para a operação da rodovia, as concessionárias oferecem 61 bases operacionais, 2026 telefones de emergência, 153 painéis de mensagens variáveis (PMVs) e 245 câmeras.

Fonte: Agência Brasil