Das 60 empresas que participaram da licitação para as obras de duplicação e de arte na BR-101, no trecho de Santa Catarina, sete apresentaram os menores preços, o que resultou numa redução média superior a 30% do orçamento de referência para esses trabalhos. Foram apresentadas mais de 100 propostas, individualmente ou por consórcios. Segundo o DNIT (Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes), órgão responsável pela licitação, todas as propostas serão conferidas para confirmar os vencedores da concorrência. A previsão é de que o DNIT oficialize o resultado em 50 ou 60 dias, com a publicação no Diário Oficial da União. As obras irão de Florianópolis/SC à divisa com o Rio Grande do Sul, entre os quilômetros 216,5 e 465, num total de 248,5 quilômetros. Desta vez, a promessa das autoridades prevê o início das obras ainda no segundo semestre deste ano.