1348A oferta de produtos que atendam as expectativas de transportadores e comerciantes que operam veículos de carga dentro da cidade de São Paulo foi o foco de ação desenvolvida pela Mercedes-Benz dentro do Mercadão Municipal de São Paulo para sua linha de caminhões Accelo. Tânia Silvestri, diretora de vendas e marketing de caminhões da montadora, destaca que os modelos têm todos os atributos desejados pelos profissionais que precisam de caminhões leves para circular na zona urbana da cidade de São Paulo. De acordo com levantamento realizado junto a quase 13 mil comerciantes de uma rede de 17 mercados na capital paulista, a operação necessitam de veículos de carga confortáveis, com boa capacidade de carga, baixo consumo e resistência, entre outros,  e que possam circular sem problemas com a restrição imposta a caminhões dentro da cidade de São Paulo.
“Quando desenvolvemos o Accelo foi pensando nos mesmos atributos apontados pelos comerciantes. É um caminhão de bom tamanho, fácil de dirigir e oferece muito conforto. Além disso é um veículo que ajuda o cliente a ter produtividade”,  acrescentou a executiva, destacando ainda que o raio de giro é 1,7m menor do que qualquer outro produto da categoria. Ela cita também que a versão 815 – que tem a dura missão de substituir o tradicional “Mercedinho 710” – chega a transportar até 1.300kg de carga útil.  Tanto o Accelo 815 quanto o 1016 podem ser utilizados na versão VUC (com entreeixos de 3,1 metros), sendo que o 1016 pode também receber carroçaria de 4,5m de comprimento, além de um terceiro eixo e ter sua capacidade de carga elevada para 13 mil quilos. As duas versões são equipadas com motor OM 924 LA de quatro cilindros e 156cv de potência, ambos com a tecnologia Blue Tec 5, que atende a legislação Proconve P7 – em vigor a partir de 01 de janeiro de 2012 – e 6% mais econômica.