Antigamente quando se abria o capô de um caminhão, a visão era simples, normalmente um motor a gasolina de 6 cilindros em linha ou V8, e muitos poucos acessórios. Alguns já vinham de fábrica com motores a Diesel. Hoje em dia, quando se abre o compartimento do motor de um veículo pesado de carga chegamos a levar um susto com a parafernália de componentes que foram agregados.

O gerenciamento do motor de um caminhão é feito eletronicamente, e isso envolve sensores, computadores, leitores de temperatura do ar, sensores dos gases de escapamento entre outros vários componentes. A legislação atual faz com que cada vez mais os fabricantes desenvolvam motores menos poluentes e isso está chegando ao limite.

Mas a grande questão é a seguinte: Como vamos nos manter atualizados com relação a todas essas novidades?

A resposta é simples: Treinamento. Temos de correr atrás das informações para não ficarmos desatualizados. E onde buscar essas informações? Em revistas especializadas, sites e portais na internet, nas concessionárias de veículos e pneus, recauchutadoras, palestras, treinamentos em centros especializados entre outros.

As atualizações dos veículos de carga estão cada vez mais rápidas e complexas e para acompanhar temos que nos empenhar. Existe uma demanda muito grande por motoristas de veículos de carga e passageiros, mas o preparo de cada um faz muita diferença na hora da seleção por uma empresa que esteja contratando.

É importante pesquisar sobre tudo o que se relaciona com veículos de carga como:

Novas tecnologias

Lançamentos de veículos

Novidades na legislação do transporte

Lançamentos de pneus/lubrificantes /combustíveis entre outros

A tarefa de se manter atualizado não é fácil mas é importante para que o profissional fique cada vez mais capacitado ao volante e conseguindo melhores remunerações.

Esse Boletim Técnico é de responsabilidade do Consultor na Área Automotiva Pesada, Guilherme Junqueira Franco, que tem a formação TTS – Truck Tire Specialist (Especialista em Pneus de Caminhão). Dúvidas poderão ser tiradas pelo e-mail [email protected] Até o próximo mês.